Facebook Instagram Twitter Tumblr Youtube
Por Daniel Saraiva em 15 de fevereiro de 2017
17 comentários  |  Loading Ler mais tarde

Recentemente li um artigo que questionava as compras exageradas de produtos lançados como tendências, mas que consumidos de maneira tão massificada que passaram a saturar o mercado. E pude perceber o risco que é nos deixarmos levar pelo que o mercado praticamente nos obriga a consumir, sem nos darmos conta de que na maioria das vezes estamos levando para o nosso guarda-roupa peças que nada tem a ver conosco, mas com toda e qualquer pessoa que achar aquele produto “bonitinho” ou “descolado”.

 O que muita gente atribui à moda não é a moda propriamente dita. Muitas vezes querem nos empurrar goela abaixo uma cor, um sapato, um casaco, um novo jeans, uma estampa, um tecido ou seja o que for, alegando que aquilo é a nova tendência e que vai sim, fazer muito sucesso. Com o marketing devidamente trabalhado o produto é vendido em larga escala. As fast fashions estão lotadas de pessoas que se veem maravilhadas por eles. E pouco tempo depois temos uma multidão se vestindo praticamente igual.

Mas espera aí, moda não era aquilo que te diferenciava? Não era a moda que tinha a função de te dar uma personalidade única, de te destacar pela ousadia de ser você mesmo? Então por que há tanta gente comprando a mesma coisa com o objetivo de se sentir único? Talvez porque o mercado esteja preocupado apenas em vender e não em conscientizar. Porque para uma indústria não compense fabricar peças diferentes, mas fazer crer que algumas o são. E quem acredita se iguala à multidão.

Bom, eu vivo gritando aos quatro cantos do mundo que moda é essência e que é essa essência que vemos refletida na sua aparência. Mas como enxergar isso numa multidão de camisetas de estampa floral, de sapatênis ou de camisas cor de rosa? Será que você está realmente vestido de si mesmo ou o mercado está te vestindo como ele bem entende e te fazendo acreditar que você “anda na moda”? Afinal de contas, andar na moda é fazer moda? Foi-se o tempo em que me iludia com posts retratando tendências ou mostrando peças de determinados desfiles no estilo “10 peças que você precisa ter no seu guarda-roupa”. Não, nós não precisamos ter isso ou aquilo, essa é uma necessidade mais deles do que nossa. Chega de imposições, agora somos nós quem tomamos as decisões.

Já conversamos sobre isso outras vezes e uma das coisas que sempre defenderei é que é você que faz a moda e não a moda que faz você. Portanto, quando o comercial te disser que é essa ou aquela marca que deve ser usada, quando as revistas te disserem que a cor do ano é aquela tal e as lojas encherem os manequins e araras de determinadas peças, reflita. Você não precisa vestir o óbvio, nem o mais fácil, nem o mais sofisticado para estar bem na fita. Tudo o que você precisa é usar aquilo que parece com você, que reflete o que você é e mostra ao mundo (ou a quem você quiser) que ser livre é muitas vezes ir na contramão do que as pessoas estão pregando por aí como liberdade, mas vem disfarçadas em etiquetas de R$ 49,90.

Abraços!

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

17 opinaram sobre “A moda que não te diferencia”.

  1. Sarah

    17 de abril de 2017

    Simplesmente adorei seu texto e apoio a opinião de que a moda não deve ditar o que somos mas nós ditamos a moda. Ela deve nos servir e nós ajudar a montarmos a imagem que queremos ter.

    Bjo

  2. Jeovana

    17 de abril de 2017

    “Você faz a moda e não a moda que faz você” Realmente Dan, é sempre tudo isso que você falou. “Aí menina, leva isso que tá todo mundo usando.” Eu nunca gostei de usar o que todo mundo estaria usando, gosto de usar o que me cai bem, o que me favorece. Parabéns pelo texto, e por não ser mais um blogueiro querendo empurrar produtos! Precisamos de mais de gente assim.

  3. Diamantes Lingerie

    17 de abril de 2017

    Que textão bacana, super adorei. E nos faz refletir sobre muita coisa na moda <3
    Parabéns!

    https://mydiamantes.com.br/

  4. Laryssa Machado

    17 de abril de 2017

    Que texto ótimo Daniel, muitas vezes fico me questionando essas “modas” que nós são empurradas, e se estamos mesmo levando o “Moda é essência” a sério.

    Abraços
    http://www.larydilua.com

  5. Daniele Serrano

    18 de abril de 2017

    Adorei seu texto!
    Não me ligo muito em moda e apenas uso aquilo que gosto e me sinto bem, detesto quando resolvem massificar alguma peça.

  6. Franciele

    19 de abril de 2017

    Verdade, a moda é para nos auxiliar a expressar o que sentimos através do que vestimos.

    http://www.simplesmenterosa.com

  7. Luciano

    19 de abril de 2017

    Amigo, arrasou no texto. Amei esse lance de vestir aquilo que parece com você, e não se limitar a nada. AMEI!

    http://www.entreeles.com/

  8. Plasticaholic

    20 de abril de 2017

    Pura verdade!! O que vemos de pessoas ou até mesmo blogueiras mudando seu estilo porqueiros modinha.
    Quem devia influenciar pessoas, está sendo na verdade influenciado , fingindo um estilo.
    É claro, consumindo mais e mais, roupas que não são seu estilo real.

  9. jessica cicilia

    24 de abril de 2017

    Seu texto me representa demais, já fui dessas loucas por tendências, mas graças a mim eu encontrei um equilibrio. Precisamos mesmo aprender a usar a moda a nosso favor e não contra nós, seja no quesito auto estima, financeiro, ou seja lá qual for…Não podemos continuar sendo escravos, precisamos consumir mais conscientemente. òtimo post!!!

  10. cheap nfl jerseys

    1 de janeiro de 2018

    I and also my pals came looking at the nice recommendations found on your web blog and then got a terrible suspicion I never expressed respect to the web blog owner for them. All of the people are actually for that reason glad to read them and have in effect extremely been using these things. Many thanks for indeed being very kind as well as for picking this kind of important resources most people are really needing to understand about. My personal honest apologies for not expressing gratitude to you earlier.

  11. yeezy boost 350

    1 de janeiro de 2018

    Nice post. I learn one thing more difficult on totally different blogs everyday. It would always be stimulating to read content from different writers and apply a bit of something from their store. I抎 desire to use some with the content material on my weblog whether or not you don抰 mind. Natually I抣l give you a hyperlink on your web blog. Thanks for sharing.

  12. nike dunk low

    2 de janeiro de 2018

    I simply needed to say thanks once more. I’m not certain what I would have done without these information contributed by you concerning this situation. It actually was the frightening concern in my circumstances, however , finding out a new expert fashion you treated it forced me to weep for gladness. I’m just happy for this support and then hope you are aware of an amazing job that you are doing teaching people today all through a web site. I am sure you’ve never met all of us.

  13. curry 3

    3 de janeiro de 2018

    I must show some thanks to the writer for rescuing me from such a predicament. As a result of surfing throughout the world-wide-web and getting proposals that were not powerful, I was thinking my life was well over. Existing without the presence of strategies to the issues you’ve sorted out as a result of your good post is a serious case, as well as the kind which could have in a wrong way affected my entire career if I had not come across your blog. The training and kindness in maneuvering every aspect was useful. I am not sure what I would have done if I hadn’t come upon such a thing like this. I am able to at this moment look forward to my future. Thank you so much for this high quality and sensible guide. I will not hesitate to endorse your web site to anyone who desires direction about this topic.

  14. yeezy shoes

    4 de janeiro de 2018

    Spot on with this write-up, I really assume this web site wants much more consideration. I抣l most likely be again to learn far more, thanks for that info.

  15. adidas nmd r1

    5 de janeiro de 2018

    I’m also writing to make you know what a beneficial discovery my daughter found visiting your web site. She figured out such a lot of pieces, most notably how it is like to have a marvelous teaching spirit to get other folks really easily know specific multifaceted topics. You actually surpassed people’s expected results. Thanks for delivering those powerful, trusted, revealing and unique tips about this topic to Evelyn.

  16. yeezy shoes

    6 de janeiro de 2018

    I want to show my thanks to you just for rescuing me from such a circumstance. Because of looking through the search engines and meeting opinions which were not powerful, I believed my life was well over. Existing minus the solutions to the difficulties you’ve resolved by way of this post is a crucial case, and the kind which could have badly damaged my career if I hadn’t noticed the website. Your actual talents and kindness in playing with all areas was tremendous. I am not sure what I would’ve done if I had not discovered such a thing like this. It’s possible to at this point look ahead to my future. Thanks very much for your professional and result oriented help. I will not think twice to refer the sites to anyone who should have recommendations about this situation.

  17. michael kors outlet

    8 de janeiro de 2018

    I wanted to post a simple note to be able to appreciate you for all the marvelous advice you are giving at this website. My particularly long internet search has at the end of the day been paid with awesome points to talk about with my great friends. I would repeat that we visitors actually are extremely lucky to exist in a great site with very many marvellous people with very beneficial opinions. I feel really happy to have seen your website and look forward to many more cool moments reading here. Thanks again for a lot of things.